Dentista e esposa cometem assaltos na região

Armados e em uma BMW, dentista e esposa cometem assaltos na região.

Os crimes foram praticados pelo casal em Praia Grande e Guarujá, os atos aconteceram na presença dos filhos.

O dentista José Roberto Teixeira Pinto Júnior, de 40 anos, e a sua mulher, Gabrieli Oliveira da Silva, de 21, são acusados de praticar dois roubos na Baixada Santista mediante o uso de revólver e utilizando um automóvel BMW 335i. Nos assaltos, o casal agiu na presença das filhas, de 4 e 6 anos.

Um dos roubos aconteceu no último dia 5, em Praia Grande. Dois rapazes foram abordados pelo casal na Avenida Dr. Roberto de Almeida Vinhas, próximo ao viaduto 22 da Via Expressa Sul, no Boqueirão. Passageira do carro importado de luxo, Gabrieli perguntou às vítimas qual direção deveria seguir para chegar ao Guarujá.

Modelo da foto é semelhante ao usado pelo dentista e a esposa nos crimes

A mulher chamou a atenção dos rapazes pela beleza. Loira e de olhos verdes, ela também indagou os jovens se eles tinham um celular para vender, após ser informada sobre o percurso a ser feito para se chegar ao Guarujá.

Diante da resposta negativa sobre o telefone, o dentista acelerou o BMW e impediu a fuga das vítimas. Em seguida, José Roberto apontou um revólver para elas e pegou o celular de um dos rapazes. Na sequência, fugiu com a mulher e as filhas do casal.

A placa do carro foi apurada por meio da análise de imagens de câmeras de segurança da Prefeitura. Porém, a equipe do delegado Juvenal Marques Ferreira Filho e do investigador Olívio Bento, do 1º DP de Praia Grande, constatou que ela, na realidade, pertence a um Fiat Uno Mille.

 Posteriormente, os policiais apuraram que o emplacamento não coincidia com o do carro importado porque teve três letras e um número adulterados provavelmente com fita isolante. De posse da verdadeira placa, o casal foi descoberto e reconhecido por meio de fotografia pelas vítimas.

Flagrante

O reconhecimento não foi pessoal, porque o casal já estava preso, à disposição da Justiça. Horas após o roubo de Praia Grande, os acusados foram com o BMW ao Guarujá e tentaram roubar os celulares e as carteiras de dois rapazes na Avenida da Praia da Enseada.

Em seguida, o casal fugiu. Mas no próprio dia 5 de setembro, informados sobre o crime, policiais militares se depararam com o BMW nas proximidades do local do crime e abordaram José Roberto e Gabrieli.

 No veículo foi encontrado um revólver Taurus calibre 32 carregado com cinco munições e mais três balas avulsas. Ao receber voz de prisão, o casal começou a promover um “tumulto”, segundo os PMS, e foi algemado. Gabrieli ainda se identificou como “Magali” na tentativa de confundi-los.

 Na Delegacia de Guarujá, os jovens abordados na Enseada reconheceram José Roberto e Gabrieli. O delegado Maurício Barbosa Júnior autuou em flagrante o casal por tentativa de roubo e ainda enquadrou a mulher pelo delito de falsa identidade. Os acusados foram recolhidos à cadeia.

Em razão de o casal morar no município de São Carlos e não possuir parentes na Baixada Santista, Barbosa acionou o Conselho Tutelar para ficar com as crianças até elas serem encaminhadas para familiares.

Fonte: A Tribuna

You may also like...

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!