Do Guarujá – Yasmin Santos conheça esta voz

A jovem alcançou quase 3 milhões de visualizações, em 14 dias, com seu single “Saudade Nível Hard”

Nos últimos anos, o Brasil viu uma safra grande de cantoras de sertanejo surgir em todos os cantos. De Marília Mendonça até Simone & Simaria, Maiara & Maraisa até Naiara Azevedo. E por aí vai. Não são pioneiras pois vieram depois das duplas As Marcianas, Irmãs Barbosa, além de Fátima Leão, Roberta Miranda, Sula Miranda, entre tantas outras, que passam batidas pelos mais jovens.

Mas a geração atual é forte, tem alcance e influencia muitas artistas pelo Brasil. Uma delas vem de Guarujá: Yasmin Santos é uma das apostas da Sony Music para o sertanejo feminino. Com apenas 20 anos de idade, ela lançou recentemente o seu primeiro single, “Saudade Nível Hard”, que já acumula quase 3 milhões de visualizações no YouTube, em apenas duas semanas. A faixa foi composta por Dayane Camargo, Lara Menezes, Victor Hugo e Philipe Pancadinha.

Com uma voz potente, a guarujaense conta que iniciou sua ligação com a música bem cedo. “Com 7 anos ganhei um violão da minha avó e alguns livrinhos para tocar. Me apresentei em alguns eventos da escola, mas fui descobrir a minha voz com 14 anos”.

Aos 18 anos, Yasmin se apresentou em formato duplo, em um evento no teatro, mas a experiência durou apenas seis meses. Optou pela carreira solo, acompanhada de uma banda de suporte.

Hoje, pode ser considerada uma multi-instrumentista já que toca violão, baixo, guitarra e bateria.

Conhecida da casa

Na região, Yasmin tocou com frequência em casas como Moby Dick, Nosso Canto, Baccará, Central City (Santos) e Acapella e Lucky Scope (Guarujá). Mas foi em uma festa da irmã de Neymar, Rafaella, em março passado, que alcançou um status maior. Por lá, ela foi confundida com Marília Mendonça, sua maior inspiração.

 “É um ícone, a melhor do Brasil, me inspiro muito nela. Fui a vários shows, conversei rapidamente após uma apresentação na Estância Alto da Serra (São Bernardo do Campo). Quem sabe um dia não acontece uma parceria? Seria uma grande realização”.

 Sobre a ligação com a família do craque da Seleção Brasileira, a guarujaense conta que é algo estritamente profissional. “Já fazia algumas festas do Neymar, amigos em comum me indicaram para ele. Fiz a primeira, ele gostou, e depois me trouxe outras vezes”.

Apesar da pouca idade, Yasmin reconhece que a nova safra de cantoras de sertanejo foi fundamental para ela alcançar o sucesso e assinar contrato com uma grande gravadora.

“As mulheres dominaram o sertanejo. Hoje todo mundo escuta, não é algo mais restrito. Isso aconteceu porque a música é boa, a letra é boa, aborda as coisas das mulheres, vivências, problemas e tudo que enfrentamos no dia a dia”.

Mudança de ares

Para seguir a sua trajetória crescente, Yasmin deixou a Vila Edna, em Guarujá, e se mudou para a Capital. Está em Sampa há seis meses. E por lá deve se manter após o lançamento do seu primeiro disco, que tem previsão para o segundo semestre deste ano. Em São Paulo, a casa Coração Sertanejo, na zona sul, foi à porta de entrada para o que veio na sequência. Yasmin já dividiu o palco com grandes artistas, como Henrique & Juliano, Leonardo, Naiara Azevedo e Raça Negra, grupo que é agenciado pela Infinity Music, tal como a guarujaense. “Queremos chegar com força com esse trabalho. Tem muita dedicação nele. Serão 14 músicas, sendo duas de composição própria”, avisa ela.

Fontes: Internet e Atribuna

You may also like...

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!