MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

anuncieaqui

 

 

 

 

Economize na hora de comprar materiais de construção.

O consumidor deve ficar atento na hora de comprar materiais de construção e portanto, deve exigir produtos normalizados, para que não comprometam o resultado da obra. Por isso, a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e a Associação Brasileira da Indústria de Blocos de Concreto (BlocoBrasil) selecionaram algumas dicas importantes para os consumidores.

Peso ? A variação de peso entre blocos do mesmo lote deve ser mínima. A diferença de massa (peso) entre elas é uma forte indicação de variação de resistência. Além disso, peças leves representam maior porosidade e maior absorção de água;

Coloração homogênea ? A tonalidade do cinza do bloco não representa blocos mais ou menos resistentes. No entanto, a variação de tonalidades de blocos de um mesmo lote é sinal de problemas na compactação do concreto e na densidade da peça. Blocos com cor homogênea indicam que houve um controle ideal no processo de cura e de fabricação;

Dimensões exatas ? O bloco deve ter ângulos retos exatos. Para fazer o teste, meça as diagonais: elas devem ter a mesma medida. Caso contrário, desconfie;

Famílias ? Existem duas famílias de blocos que se distinguem pelo comprimento da peça (29 cm e 39 cm) e, em ambas, a altura é sempre 19 centímetros. A família do bloco de 39 possui variações de 9, 14 e 19 centímetros de largura. Já a família de 29 possui apenas um bloco de 14 centímetros. Estas medidas são estabelecidas em norma, portanto, não compre se a metragem for diferente das especificadas;

Superfície uniforme e cantos vivos – Arestas irregulares indicam problemas no processo de compactação do concreto. Blocos com cantos quebrados representam baixa resistência. Passe longe deles. Vale lembrar que quanto mais perfeito e homogêneo for o bloco, maior será a economia com revestimentos de argamassa;

Teste da porosidade – Blocos porosos em geral significam resistência baixa e quebram com facilidade. Qualquer produto à base de cimento que for feito com quantidade insuficiente de água tende a ficar com a compactação comprometida e a superfície porosa. Para fazer o teste, derrame um pouco de água sobre o bloco. Se ela for absorvida com facilidade, significa que há grande quantidade de vazios no bloco, o que em geral representa baixa resistência e proporções erradas dos componentes do concreto;

Teste do mergulho – Peças porosas quando mergulhadas na água produzem grande quantidade de bolhas (resultado da saída do ar), fato que não ocorre com blocos de qualidade;

Bloco vazado ? Não compre blocos que tenham o fundo fechado (com exceção das canaletas). Os blocos de concreto normalizados são sempre vazados;

Teste do som ? Bata levemente um bloco no outro e preste atenção. O som de blocos bem compactados é mais estridente. Os mais porosos produzem sons mais suaves;

Preço ? Faça uma pesquisa de mercado e desconfie de preços muito abaixo da média regional.

No ato da compra, também é importante informar o tipo de bloco solicitado (de vedação ou estrutural), a quantidade exata e a programação de chegada. E, quando receber, é preciso armazenar as peças em local adequado, separadas por tipo, dimensão e resistência. Isso facilita o armazenamento, o manuseio, o controle de qualidade e evita quebras.

De acordo com o gerente do Projeto Indústria da ABCP, Cláudio Oliveira, a baixa qualidade dos blocos faz com que o número de quebras chegue, em alguns casos, a 40%, desde a produção até a manipulação no canteiro de obra. “É importante que o consumidor fique atento à procedência dos produtos, por isso é sempre importante exigir produtos normalizados”, ressalta ele.

Já o presidente da BlocoBrasil, Antonio Sérgio Reganatti, alerta que não basta o consumidor cobrar produtos de qualidade, as lojas de materiais de construção também precisam ficar atentas. “Para ter mais segurança o revendedor deve exigir que o fabricante cumpra as normas ou tenha o selo de qualidade da ABCP e, para não correr riscos, o consumidor deve fazer o mesmo”, explica ele.

O selo qualifica os blocos de concreto para alvenaria e é uma garantia de que o produto atende às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O objetivo do selo é implementar a conformidade dos produtos com as normas brasileiras e, dessa forma, contribuir para a melhoria da qualidade dos sistemas construtivos à base de cimento.

Hoje, já são cerca de 54 empresas adeptas ao programa e 20 empresas em processo de qualificação.

Sobre alvenaria ? O bloco de concreto é a unidade básica das alvenarias. Com este sistema pode-se construir desde simples muros, residências, edifícios de diversas alturas, até hipermercados e indústrias.
A alvenaria permite a redução do volume de resíduos gerados na obra, das horas de trabalho e do consumo substancial de alguns materiais, tais como madeira, aço e revestimento. Para que uma obra em alvenaria de blocos de concreto tenha qualidade e viabilidade econômica, são imprescindíveis três fatores: o planejamento prévio, a qualidade dos materiais e a qualificação da mão-de-obra.

Outras vantagens da alvenaria com blocos de concreto:

* Modularidade: facilidade de execução;
* Precisão dimensional;
* Execução racional;
* Maior economia final da edificação;
* Elevada resistência e durabilidade.


Os blocos abrigam, ainda, as instalações elétricas nos seus vazados, eliminando a etapa de rasgos nas paredes, processo comum na construção convencional, que conduz ao desperdício e retrabalho. Considerando todas estas vantagens, o metro quadrado de parede pronta de blocos de concreto chega a ser 25% mais barata que as demais alternativas.

Além do cinza – Embora o cinza ainda seja a cor predominante entre as peças de cimento, novos blocos estão surgindo, em cores, tamanhos e formas diferentes, agregando beleza ao concreto. O bloco stone, (que imita rocha e pedras), blocos ornamentais de arrimo (que compõem jardim), assim como o bloco comum pigmentado, são alguns exemplos que vêm sendo muito adotados por arquitetos.

 

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!