Guarujá receberá reforço de 400 PMs na Operação Verão e mais…

Em toda a Baixada, conforme garantiu o governo estadual no início do mês, serão 1.842 policiais militares.

Guarujá receberá cerca de 400 policiais militares para a temporada, conforme informações divulgadas ontem pela Prefeitura. Em toda a Baixada, conforme garantiu o governo estadual no início do mês, serão 1.842 PMs.  Na última sexta-feira, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Defesa e Convivência Social (Sedecon), realizou a segunda reunião preparatória para a Operação Verão 2017/2018.

O encontro aconteceu na Escola Dirce Valério Gracia, no Jardim Terejeba, e reuniu representantes do Sistema de ­Segurança Pública ­Municipal – Secretarias de Defesa e Convivência ­Social, Educação, Infraestrutura e Obras, Esporte e Lazer, Operações Urbanas, Cultura e Polícia ­Militar.

A reunião faz parte de um convênio firmado entre a Prefeitura e a Secretaria da Segurança Pública (SSP) com objetivo a junção de esforços e a cooperação técnica, material e operacional para a realização de operações policiais.

“A cerimônia de recepção aos policiais militares está marcada para o dia 20 dezembro, às 15 horas, no Teatro Procópio Ferreira”, informou a ­Prefeitura.

Durante a reunião foi discutida a logística para receber policiais militares, que reforçam a segurança da Cidade de dezembro até março de 2018. O número do efetivo deverá ser o mesmo do ano passado, contando com o reforço dos policiais escalados em Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem).

“Sabemos que o Município chega a contar com milhões de pessoas na temporada de verão. Por isso, a Prefeitura fará a sua parte para aumentar a segurança da população e turistas, ao incrementar ainda mais a operação ­delegada”, declarou o secretário de Defesa de Convivência Social de Guarujá, Luiz Cláudio ­Venâncio Alves.

GCM de Guarujá pode estar armada durante a temporada de verão

Prefeito assinou decreto que viabiliza o porte de armas de fogo pelos guardas municipais da cidade.

Os guardas da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarujá, no litoral de São Paulo, podem já estar circulando armados pelas ruas da cidade na próxima temporada de verão, que começa em dezembro. O prefeito Válter Suman assinou, na última terça-feira (24), o decreto que regulamenta o uso de arma de fogo pela GCM.

Publicado na edição desta quarta-feira (25) do Diário Oficial do Município, o decreto estabelece critérios e condições para porte de arma de fogo pelos integrantes da GCM, entre eles está a obrigatoriedade do teste de capacidade psicológica a cada dois anos.

Para ter autorização para o porte, o guarda deve comprovar a realização de um treinamento técnico de no mínimo 60 horas, para porte de armas de repetição, e 100 horas para porte de armas semi-automáticas. O profissional também será submetido a requalificação profissional com, no mínimo, 80 horas por ano. O planejamento e a execução do treinamento serão de competência da GCM.

Segundo o secretário de Defesa e Convivência Social de Guarujá, Luiz Cláudio Venâncio Alves, uma parte da guarda já passou pelos exames psicológicos. “Se correr tudo dentro do que estamos planejando, a expectativa é finalizar todas as etapas até o início da temporada de verão”, afirma o titular da pasta.

Depois dos exames, os GCM’s precisam fazer um treinamento em centro especializado. Além disso, segundo o secretário, também é preciso assinar um convênio com a Polícia Federal e finalizar alguns procedimentos administrativos.

Fontes: O Globo, Diário do Litoral e A Tribuna

You may also like...

Leave a Reply

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!