Seu próprio chope na praia

Tenha seu próprio carrinho de chope na praia

Bertioga, SP, BRASIL, 10 -12-2016: Na foto, o grupo de amigos que possuem apartamento na praia da Riviera de São Lourenço, comprou um carrinho de Chopp para levar para a praia. Na foto (esq p dir): Osvaldo Junior (61), João Carlos (59), Henri Mendes de Castro (53), Angela Ferrini (53), Renata Vieira (45) e Gabriela Ost (42). (Foto: Bruno Santos/ Folhapress) *** COTIDIANO *** EXCLUSIVO FOLHA***

Para eles, nada melhor do que um chope na praia, sempre à mão, sem que seja preciso dar mais que três passos para tirá-lo e, então, apreciá-lo gelado, no conforto da cadeira, sob a sombra do guarda-sol, pé na areia, o mar logo ali na frente.

Para viabilizar esse sonho, vizinhos de condomínios da Riviera, no litoral norte de São Paulo, se juntam para cria o clubes do chope.

Compram carrinhos de chope por cerca de R$ 5.000 vem que o barril é refrigerado com 150 kg de gelo e cobram mensalidade para quem quiser participar.

Com o dinheiro arrecadado, financiam os barris da temporada e promovem um “open chope” na areia.

Nesta praia, onde 15 a 20 mil pessoas passam os fins de semana, segundo Paulo Velzi, 60, da Sobloco, empresa que implantou a Riviera, há ao menos 15 clubes de chope que compram barris do vendedor Valdo Blanco, de Bertioga. Na alta temporada, diz Velzi, o número de pessoas que circula por ali cresce para 85 mil. Para parte deles, a farofa é sofisticada.

Faz calor e, às 15h de um sábado, os vizinhos do condomínio Ilha de Bali estão reunidos na praia embaixo de uma tenda, chopes gelados em mãos. A cerveja para esses integrantes do Bali Chope Clube, ali desde cedo, foi testada no dia anterior por Carlos Matias, 60, ex-síndico do prédio e um dos idealizadores do grupo, que hoje tem oito membros.Tem um ritual diz ele, orgulhoso, espuma nos lábios.Tomei vários chopes ontem para testar o sabor e verificar a temperatura.

O carrinho é levado à praia por dois funcionários do condomínio, pagos à parte pelo clube, e fica estacionado na areia. Barris são comprados de acordo com a ocasião como um feriado ou aniversário de alguém e o preço é compartilhado entre todos.No fim do ano, vão uns 12 barris de 50 litros, diz Matias.

You may also like...

Leave a Reply

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!