MODA PRAIA

MODA PRAIA VERÃO 2017!

moda-praia-2016-dicas

Experts no assunto indicam 5 tendências de moda praia para o próximo verão 2017

Selena Gomez, Alessandra Ambrósio, Kylie Jenner

Com o verão quase à porta, as glamurettes já estão atentas às novidades que pipocam por aí. Para saber em qual delas apostar na próxima estação, Glamurama foi atrás dos principais desfiles de moda praia e revela as 5 tendências que saíram da última edição da semana de moda paulistana e que vão bombar no verão. Pode vir quente!

Cava alta ou asa-delta

Desfile Amir Slama Créditos: Fotosite

Isso mesmo, o modelo que reinou nos anos 80 está de volta! Para sua coleção Tropical Jungle, Amir Slama apostou forte na tendência, com referências também nos anos 1950. “O biquíni asa delta é ótimo para as mais baixinhas, pois o modelo alonga a silhueta e as pernas, dando a impressão que a mulher é mais alta. Também é ideal para quem tem bumbum, pois valoriza a região. Seu estilo simples facilita o uso de acessórios e de partes de cima mais detalhadas ou chamativas”, explica a estilista Julia Manhães, do Ateliê Valentinas.

Handmade

Água de coco e Samuel cirnansck

“Os handmade são aqueles modelos com detalhes artesanais e com cara de personalizados. Eles são a cara da estação e são ótimos para as mulheres que adoram algo exclusivo. Vale investir em peças de crochê, bordados, corda, argolas e franjas. O ideal é escolher um modelo que mais se adapte ao seu tipo de corpo e soltar a criatividade”, diz a blogger e consultora de moda Yasmin Miranda.

Biquini cropped

Lolitta, Helo Rocha, Água de Coco

“O amado cropped, que já é uma super tendência das ruas, invadiu a moda praia e substituiu o sutiã do biquíni, dando uma pegada mais moderna e esportiva ao look praia. Com certeza é a aposta do verão 2017, já que tem uma pegada bem fashion. É uma peça que pode ser usada tanto na praia como no pós-praia, fazendo uma boa composição com e te deixando pronta pra qualquer ocasião!”, explica Juliana Monteiro, consultora e sócia da loja Duzani.

Maiô

Memo, Helo Rocha e Osklen

Presente em quase todos os desfiles apresentados durante a semana de moda paulistana, o maiô sai da praia e ganha muito espaço nos looks da cidade grande. É chique e atemporal. Do tipo must-have para o verão. “É uma peça democrática. Com tantos modelos disponíveis, pode ser usado por qualquer mulher. Para o próximo verão, o modelo que vai bombar é o asa delta, que, inclusive, esteve presente em desfiles de grifes famosas este ano. O modelo tem o corte bem cavado nas costas, seios e pernas, destacando essas partes do corpo. Além disso existe modelos mais comportados, ideais para as mais discretas, e o famoso ‘engana mamãe’, queridinho das fashionistas”, diz Julia Manhães.

Saída longa

Osklen, Helo Rocha e

As saídas de praia longas vêm com tudo no próximo verão. Elas dão um ar moderno e fashion ao look e são perfeitas para aquelas meninas que gostam de dar uma esticada após a praia. Podem ser feitas de crochê ou em outros tecidos mais fresquinhos, suaves e delicados. Bom, agora que você já sabe quais tendências apostar, vamos às compras?

Fonte: Glamurama


MODA PRAIA VERÃO 2016!

moda-praia-2016-dicas


O mais pedido neste verão.

Criado para americanas, biquíni ‘levanta bumbum’

ganha as brasileiras

biquinilevanta

 

Começou com famosas estampadas em sites de celebridades. Causou algum estranhamento no começo, mas se espalhou e caiu no gosto – quase – geral.
Agora, se cumprir o que promete ao se popularizar, um pequenino pedaço de pano fará deste o “verão do bumbum empinado”.

Lojistas e até vendedores de praia no litoral norte – espécie de termômetros da popularização da peça – são unânimes: o biquíni “levanta bumbum” é, de longe, o mais procurado neste ano.

Ao que parece as peças maiores que chegaram com força nos últimos verões ficaram mesmo para trás. A hora agora é do também conhecido por “empina bumbum”, “coração”, “borboleta” ou “ripple”, o nome original (ondulação, em inglês).

“Ai, mais isso é tão 2012”, dirá a leitora/banhista mais antenada nas oscilações da moda verão. E é mesmo. Mas também será “tão 2016”, logo, logo. “Algumas tendências demoram um pouco para ser tornarem populares”, diz Paula Hermanny, designer e criadora do “ripple”.

O efeito que lhe confere tamanha aceitação é conseguido com uma costura na parte de trás, bem no meio da calcinha, que deixa o tecido franzido, e também pelas laterais onduladas, responsáveis por criar a impressão “up and away” (“para o alto e avante”) do modelo.

“Por ser uma peça que veste muito bem e valoriza o corpo da mulher, se popularizou”, diz Paula, cuja marca de biquínis, a Vix, bombou tanto a ponto de conquistar famosas como Jennifer Aniston, Kate Moss, a duquesa de Cambridge Kate Middleton e sua irmã Pippa.

Desnecessário dizer qual a importância da promessa. “Claro que o bumbum [empinado] é muito mais importante que ter peito grande para a brasileira”, diz a estudante Telma Teixeira, 21, referindo-se à inversão de prioridades em relação a países como os Estados Unidos –e que aderiu ao modelo neste ano.

Americanas

Engraçado, porém, que criado por uma brasileira, esse modelo de biquíni tenha primeiro conquistado justamente elas, as americanas.

“Criei em 2009 para o mercado dos EUA. Foi inspirado nas modelagens de lingerie que não marcam o bumbum. Pensei: ‘por que não criar um biquíni com características de lingerie?’”, afirma Paula.

“Não faz milagre, mas que ajuda, isso ajuda”, diz Marina Lopes, 35, vendedora de biquínis nas areias de Maresias, em São Sebastião (SP).

Nas lojas, o modelo disponível em diversas marcas pode chegar a até cerca de R$ 300. Ali, com Marina, sai mais em conta, R$ 70.

Do extenso mostruário exposto em uma arara, que ela carrega pela praia, nada chama mais atenção. Os que mais têm se aproximado são de crochê e os de tricô, diz Marina.
Telma usa os três.

Mas e para quem – como a estudante – não precisa ou não quer levantar nada?
“O mais importante é se sentir bem, usando ou não. O corpo é seu”, diz uma adolescente que prefere outros biquínis mais tradicionais.

Paula, a criadora, garante que a modelagem favorece a todos os tipos de silhueta. Já Marina responde rápido como toda boa vendedora: “Não tem problema, de qualquer jeito vai cair bem”, afirma, tentando convencer uma cliente.

Fonte: Folha de São Paulo


Aqui vídeos com algumas dicas para aproveitar muito bem este verão

 

 

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!