Suplente de vereador está perto de assumir a Câmara

Fora do Legislativo desde o final de 2004, Wanderley Maduro substituirá José Teles de Andrade Júnior (PPS), cassado pelo TRE-SP.

O ex-vereador Wanderley Maduro dos Reis (PPS), primeiro suplente do partido nas eleições de 2016, tomará posse nesta terça-feira (5) na Câmara de Guarujá. Fora do Legislativo desde o final de 2004, ele substituirá José Teles de Andrade Júnior (PPS), cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo sob a acusação de compra de votos naquele pleito – numa decisão tomada seis meses atrás.

 A confirmação da posse de Maduro na sessão desta terça-feira, a partir das 15 horas, só foi feita publicamente ontem à noite.

O  presidente da Casa, Edilson Dias (PT), justificou que o ofício do cartório eleitoral relativo à extinção do diploma de José Teles Júnior não indicava quem deveria substituí-lo: apenas listava todos os vereadores do PPS que obtiveram votos no último pleito.

 A Mesa Diretora da Câmara ficou à espera de uma manifestação clara do cartório eleitoral sobre quem deve assumir a cadeira. Conforme apurado pela Reportagem, havia esta dúvida: se deveria ser aplicada para cassações de mandato a regra que vale para o afastamento voluntário de um parlamentar – situação em que o suplente ocupa o posto.

 Em nota, a Casa afirma ter sido notificada na tarde de sexta-feira da decisão que afastou Teles do cargo.

Entenda o caso

José Teles de Andrade Júnior responde a um processo judicial, instaurado no ano passado, por suposta captação ilícita de sufrágio no pleito de 2016.

O parlamentar foi absolvido em primeira instância, mas teve condenação proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), de segunda instância, em dezembro passado.

 Teles recorreu da decisão e aguarda ter o resultado modificado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Não há data para ter sua apelação julgada.

Conforme o acórdão (decisão publicada) do TRE, foram consideradas provas de compra de votos que justificam a cassação do diploma do parlamentar.

Empresário, José Teles Júnior exercia seu primeiro mandato, para o qual foi eleito com 1.811 votos.

Única voz de oposição ao Governo Municipal na Câmara, Teles nega a acusação. Argumenta que o processo ainda não foi concluído em definitivo e pode ser revertido em instância superior. Se obtiver vitória no TSE, poderá retornar ao cargo.

 Substituto

 Wanderley Maduro dos Reis é funcionário público e tem longa trajetória na política na Cidade. Foi vereador durante quatro mandatos, entre 1989 e 2004, e presidiu a Câmara três vezes: de 1997 a 1998, entre 2001 e 2002 e, reeleito, em 2003 e 2004.

Após anos afastado da vida pública, Maduro voltou a se candidatar à vereança, quando obteve 1.721 votos – a quarta maior votação pelo PPS.

Fonte: A Tribuna

You may also like...

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!