Suspensão de novos cursos de Medicina não afetará Baixada Santista

A suspensão da abertura de novos cursos de Medicina pelos próximos cinco anos, em uma decisão do Governo Temer, não deve afetar os planos acadêmicos para a Baixada Santista. O Jornal A Tribuna confirmou que as faculdades previstas para Guarujá e Cubatão não serão afetadas pela medida. 

Com isso, o vestibular da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), marcado para acontecer até março de 2018, deverá mesmo ser realizado. Outra universidade que não deverá ter problemas é a São Judas, que pretende implantar o curso em Cubatão.

O decreto que suspende a abertura já foi elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) e precisa ser assinado pelo presidente Michel Temer (PMDB) para entrar em vigor. A medida seria um reivindicação da classe médica, preocupada com a qualidade de ensino nas faculdades de Medicina. 

Só que os editais já lançados para a criação de novos cursos terão continuidade. É o caso dos cursos previstos para Guarujá e Cubatão. A própria Unoeste tratou de tranquilizar quem pretende cursar Medicina em Guarujá. Pro meio de nota, disse que “a expectativa da Unoeste continua sendo a mesma (a instituição) e aguarda agora a visita de avaliadores do MEC (Ministério da Educação) para autorização do curso de Medicina no Guarujá, bem como o credenciamento de campus fora de sede”. 

A Universidade São Judas não retornou aos questionamentos da Reportagem até o fechamento desta edição.

Curso da Unioeste será provisoriamente dentro do Hospital Santo Amaro (Foto: Luigi Bongiovanni/A Tribuna/Arquivo)

Histórico

Gestões anteriores do MEC investiram na expansão dos cursos para suprir deficits na distribuição dos profissionais pelo País. Tanto que, em julho de 2016, foi dado sinal verde para a criação de 39 novos cursos de Medicina no Brasil, que ficaram suspensos por nove meses por força de uma decisão cautelar (temporária) do Tribunal de Contas da União (TCU).

Na época, foram abertas 2.460 novas vagas para futuros médicos em universidades privadas do País. Na Baixada Santista, foram anunciadas 105, sendo 50 em Cubatão e 55 em Guarujá.

Com o vestibular praticamente definido, a Unoeste vai ministrar inicialmente aulas dentro do Hospital Santo Amaro. 

Já em Cubatão, a faculdade deve ser instalada em um terreno cedido pela Prefeitura, que fica atrás do Hospital Municipal. 

Fonte: Jornal A Tribuna (com correções)

You may also like...

Leave a Reply

Você não pode copiar o conteúdo desta página

error: O conteúdo está protegido!